Teatro das Oprimidas realiza Maratona Cultural do Piscinão

O projeto Teatro das Oprimidas promove de 18 a 21 de outubro a Maratona Cultural do Piscinão, realizada em Ramos no conjunto de favelas da Maré. A maratona conta com uma série de atividades culturais gratuitas em parceria com o Centro Municipal de Saúde Américo Veloso.

Por Gabriel Horsth – Centro de Teatro do Oprimido, Rio de Janeiro
14/10/2021 – 15:00

O projeto Teatro das Oprimidas promove de 18 a 21 de outubro a Maratona Cultural do Piscinão, realizada em Ramos no conjunto de favelas da Maré. A maratona conta com uma série de atividades culturais gratuitas em parceria com o Centro Municipal de Saúde Américo Veloso, com o patrocínio da Petrobras através da Lei de Incentivo à Cultura do RJ. A programação começa sempre às 14h na sede do CMS Américo Veloso e participam grupos teatrais diversos ligados ao Centro de Teatro do Oprimido. A maratona aborda a temática LGBTQIA+, migrações, questões raciais e de gênero. Todas as atividades são gratuitas e respeitam as normas de segurança da OMS contra a COVID-19.

As atividades iniciam no dia 18 de outubro com os coletivos teatrais MaréMoTO e Pantera, da Maré. A exposição de Matheus Affonso e Kamila Camillo, Toda Forma de Amar, que retrata 16 casais LGBT que vivem na Maré, abre a maratona cultural que conta com vídeos performances de artistas negros LGBT de favelas e finaliza com a performance “Eu Existo!” do MaréMoTO. A performance é resultado de uma investigação teatral que retrata as diversas opressões psicológicas que corpos favelados, pretos e LGBTQIA+, sofrem; mas, também, reivindicam o direito de ser quem são.

No dia 19 de outubro o grupo Cor do Brasil apresenta a performance Suspeito, que aborda as diferentes formas de genocídio da população negra no Brasil. Uma oficina de sensibilização em Teatro do Oprimido é oferecida para o público em geral, as inscrições devem ser realizadas até 1 hora antes da oficina com possibilidade de lotação. A programação conta ainda com performance e um bate-papo sobre migrações com o Coletivo Magdas Migram, composto por mulheres migrantes de diferentes países do Sul Global que moram no Rio de Janeiro.

Os grupos Ponto Chic, Marias do Brasil e Pirei na Cenna segue com a Maratona Cultural do Piscinão, no dia 20 de outubro, com vídeos-performances criados no laboratório CriaDasOprimidas, performance artística e a peça de Teatro-Fórum “Doidinho para Trabalhar, Pirei na Cenna”, que retrata os desafios que usuários de saúde mental enfrentam no mercado de trabalho. No dia 21 a ação é finalizada com uma contação de história no Zoom sobre a história do CTO e o Outubro Rosa.

O evento segue respeitando as normas de segurança da OMS contra COVID-19, com limite de 30 pessoas por sessão com uso de máscara e álcool em gel constantemente. As ações acontecem por meio do projeto Teatro das Oprimidas do CTO com o patrocínio da Petrobras e da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

PROGRAMAÇÃO – MARATONA CULTURAL PISCINÃO

Data: 18 de outubro
14h Exposição:
Toda Forma de Amar, de Matheus Affonso e Kamila Camillo
14h20 Vídeos-performances:
Larissa Lima (dança contemporânea)
Os Ventos da Orixá, Caju Bezerra (contação de história)
Deixa a Gira Girar, House of Cazul (vogue)
Eu Existo, MaréMoTO
15h Roda de conversa:
Arte LGBTQIA+
15h40 Performance:
Eu Existo, MaréMoTO
15h50 Atividade estética:
Como você existe? (fotografia)

Data: 19 de outubro
14h Performance:
Suspeito, Cor do Brasil
14h15 Oficina:
Sensibilização em Teatro do Oprimido
15h45 Vídeo:
Magdas Migram entrevistam Bárbara Santos
16h Bate papo:
Teatro das Oprimidas: migrações
16h40 Performance:
Nosostra, Teatro das Oprimidas

Data: 20 de outubro
14h Performance:
Se a Favela é Suspeita o Estado é Culpado, Ponto Chic
14h10 Performance:
Vida de Escravidão, Marias do Brasil
14h20 Vídeo-performance:
Vozes da Favela, CriaDasOprimidas
Julho Negra, CriaDasOprimidas
15h Peça teatral:
Doidinho para Trabalhar, Pirei na Cenna

Data: 21 de outubro
15h Contação de história via Zoom:
A trajetória do CTO
15h Contação de história via Zoom:
Outubro Rosa

SERVIÇO:
Maratona Cultural do Piscinão
Quando: 18 a 21 de outubro
Local: CMS Posto Américo Veloso
Endereço: Rua Gerson Ferreira, 100 – Ramos, Rio de Janeiro – Piscinão
Link contação de história:
https://us02web.zoom.us/j/89666077691?pwd=ZTI3ZlErYTIvNXFUaHQxVFFLZEtXUT09
ENTRADA FRANCA

SE GOSTOU DO CONTEÚDO, COMPARTILHE!

Cursos

CTO lança agenda de cursos anual

O Centro de Teatro do Oprimido lança a agenda de cursos de 2022. A cada experiência as participantes têm a oportunidade de, usando meios estéticos, expressar e entender o mundo em que vivem, criando alternativas para transformá-lo.

Leia mais »