CTO recebe homenagem Paulo Freire no Festival Ubuntu

Centro de Teatro do Oprimido recebe homenagem Paulo Freire à Educação Popular, em respeito às iniciativas de educação popular que de alguma forma contribuem para a emancipação política e social do nosso povo.

Por Gabriel Horsth – Centro de Teatro do Oprimido, Rio de Janeiro
19/11/2021 – 19:30

Homenagem Paulo Freire à Educação Popular

No dia 06 de novembro, na Garagem Delas localizada na Lapa, a mandata da Deputada Estadual Renata Souza promoveu o Festival Ubuntu Negras Utopias. Ubunto, “eu sou porque nós somos”, é um manifesto de combate ao racismo, em defesa da empatia, solidariedade e amor, em contraposição ao ódio, à solidão e ao individualismo. O Centro de Teatro do Oprimido recebeu a homenagem Paulo Freire à educação popular, em respeito às iniciativas de educação popular que de alguma forma contribuem para a emancipação política e social do nosso povo.

Através desta homenagem a deputada reconhece o trabalho essencial realizado pelo Centro do Teatro do Oprimido, seguindo os princípios do mestre Paulo Freire e de Augusto Boal, que sempre defendeu o papel da educação libertadora, da arte e da cultura, na busca por uma sociedade mais justa e igualitária. Com isso, a mandata celebra a vida e obra de Paulo Freire e homenageia os que fazem da educação e da cultura popular uma prática cotidiana, de ativismo e transformação social.

Nós, do Centro de Teatro do Oprimido, agradecemos a honraria de sermos reconhecidos por uma mandata comprometida com as lutas contra as injustiças sociais. 

SE GOSTOU DO CONTEÚDO, COMPARTILHE!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Teatro das Oprimidas

Teatro das Oprimidas realiza Maratona Cultural do Piscinão

O projeto Teatro das Oprimidas promove de 18 a 21 de outubro a Maratona Cultural do Piscinão, realizada em Ramos no conjunto de favelas da Maré. A maratona conta com uma série de atividades culturais gratuitas em parceria com o Centro Municipal de Saúde Américo Veloso.

Leia mais »
Parcerias

Centro de Cidadania LGBT Gilmara Cunha

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH), através do Programa Rio Sem LGBTIfobia e em parceria com o Grupo Conexão G, inaugura o primeiro centro de cidadania LGBT em uma favela, o Centro de Cidadania LGBT Gilmara Cunha – Capital III, na Maré.

Leia mais »